Dicas de viagem

Já decidiu a modalidade de intercâmbio e o país para o qual vai viajar? Então agora é hora de correr atrás de tudo que é preciso para uma viagem tranquila e sem surpresas desagradáveis. E lembre-se: sempre que precisar, os consultores da IE estarão disponíveis para tirar dúvidas e ajudar no que for preciso.

 

ANTES DE VIAJAR

 

  • Passaporte: Imprima no site da Polícia Federal http://www.dpf.gov.br a ficha de requerimento, pague a taxa de emissão e agende um horário. A lista de documentos para levar no dia está no site. É interessante providenciar tudo o quanto antes, pois em algumas localidades podem ocorrer atrasos. Quem já tem o documento deve ser certificar que ele seja válido por pelo menos seis meses a contar da data do retorno da viagem.
  • Embarque de menores: Menores de 18 anos só podem viajar sozinhos desde que apresentem uma autorização para embarque de menores. A autorização deve ser feita pelos pais e/ou responsáveis em cartório com firma reconhecida por autenticidade ou registrada no juizado de menores.
  • Visto: Este documento dá o direito ou a permissão de entrar no território por um período determinado. Ele deve ser solicitado nos consulados do país a ser visitado antes da partida.
  • Carteira de motorista internacional: Quem tem intenção de dirigir no país visitado deve fazer uma solicitação ao Detran de sua cidade. Mesmo nos países onde a carteira de motorista brasileira é aceita, a internacional é mais segura.
  • Vacinas: Alguns países exigem vacinas para concessão do visto ou para permitir a entrada no seu território. A vacinação exigida varia de acordo com cada país e é registrada no Certificado Internacional de Vacinação, que é emitido pelos postos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), localizados em portos, fronteiras e aeroportos.

 

BAGAGEM

  • Faça uma lista do que deseja levar. Desta forma, fica mais fácil visualizar o que é necessário e o que é dispensável. A lista também ajuda na hora de conferir se não está esquecendo nada na hora da volta ou até mesmo para provar o que havia na bagagem, caso ela seja extraviada. Lembre-se que a mala ideal é a que você consegue carregar sozinho e ainda tem espaço para os presentes que você comprar durante a viagem.
  • Selecione roupas com tons básicos que combinam entre si. Os acessórios, inclusive, também fazem parte dessa regra.
  • Itens indispensáveis. Filtro solar, hidratante, repelente, xampu, condicionador, sabonete e pasta de dente (o que for líquido não deve ir na bagagem de mão, já que as companhias aéreas não permitem).
  • Opte por malas com rodinhas. Pois o deslocamento é mais fácil. Coloque na mala sacos plásticos de reserva. Servem principalmente para acondicionar as roupas sujas.
  • Atenção para o limite de peso de cada bagagem. A maioria das empresas aéreas tem limites rígidos quanto ao peso de cada volume e também quanto à quantidade de volume que pode ser despachado por
  • passageiro. Se o destino for EUA, poderá ser despachado até dois volumes de 32 kg cada e levar um volume de mão de até 5kg. Para a Europa, são até 2 volumes de 20kg cada despachados e um volume de mão de até 5kg. É recomendado que se confirme essa informação com a empresa aérea antes do embarque para evitar surpresas no aeroporto.
  • Bagagem de mão. Deve ser utilizada para transportar dinheiro, documentos, equipamentos eletrônicos e acessórios (câmeras fotográficas, celulares, filmadoras, laptops, tablets), ou seja, todo e qualquer objeto frágil, importante ou de valor. Medicamentos que precisam ser utilizados durante o voo (insulina, colírios, remédio para enjoo, entre outros) podem ser levados na mala de mão, mediante apresentação de atestado médico.

 

HOSPEDAGEM

 

  • Casa de família. É a opção de acomodação mais conhecida e pode ser mais econômico em alguns países. Morar em casa de família permite a vivência com o dia real de uma família típica do país, entendendo melhor o modo de vida e cultura do local, além de poder treinar o idioma diariamente.
  • Albergue. Tornou-se alternativa popular e bastante procurada atualmente por ser economicamente barata. Permite a interação com pessoas de diferentes nacionalidades.
  • Aluguel de imóvel. Vem ganhando adeptos a opção de alugar casa ou apartamento. É interessante para quem viaja em grupo ou em família por possibilitar mais liberdade e independência. No entanto, não é tão barata, mas o valor cai caso se divida o aluguel do imóvel com outras pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s