5 motivos para fazer intercâmbio. Agora!

Caio Braz em Paris

Em Paris durante o meu último intercâmbio, em Junho de 2014.

E de repente o bicho do intercâmbio te mordeu. É, não tem jeito, quando começa dar aquela vontade louca de descobrir o mundo, ou que seja pelo menos um país diferente, sinto lhe informar: você não tem escapatória: vai ter que viajar. Ser intercambista não é um fato ocasional, acaba virando um estilo de vida. Deixa eu te explicar então porque você precisa fazer intercâmbio, e porque você vai se apaixonar por essa palavra.

1. Uma viagem com um propósito

90% das pessoas do mundo amam viajar. A grande maioria entretanto, fala das férias. Intercâmbio pode ser férias? Pode, mas é bem mais que isso. Você não está viajando com o propósito de descansar, ou de se divertir. Isso tudo pode acontecer,  mas um intercâmbio tem bem mais significado: é uma viagem com um propósito maior. Crescer, estudar, voltar mais inteligente, independente. A maioria dos jovens no Brasil mora com os pais até casar. É uma mamata sem fim. O intercâmbio é a melhor chance pra sair dessa aba e começar a aprender a viver de outro jeito.

2. Aprender um novo idioma

Vai procurar um estágio, uma vaga no mercado de trabalho. Não precisa ser nem das mais concorridas – vão te pedir inglês, no mínimo intermediário. O mundo está muito conectado, as informações do mundo inteiro reverberam por todos os países com a internet, e a língua que unifica a compreensão de todo esse saber é o inglês. Além de que finalmente você vai entender o significado daquela música que você ama, assistir um filme sem depender da legenda, entender as piadas dos programas de auditório. Muda a vida.

3. Fugir da rotina

Sim, a gente gosta de fuga, principalmente quando a nossa rotina vira um ciclo sem fim de trabalho-casa-trabalho ou faculdade-trabalho-casa ou escola-casa-cursinho-casa. Brasileiros vivem super atarefados, em cidades super lotadas, com um trânsito super desumano. Ir para o exterior é a chance de viver uma outra rotina, sair da zona de conforto, reeducar e desafiar o seu cérebro.

4. Fazer outros amigos

Você já deve ter aqueles amigos que ficarão para sua vida inteira. Podem ser os do colégio, da faculdade, aqueles cinco que você contará para a vida inteira. Mas que tal expandir essa lista pelo mundo, pra você começar a descolar lugares e casas pra ficar nas suas próximas viagens, poder receber gringos na sua casa do Brasil e mostrar pra eles como o nosso país é incrível? Intercambistas andam muito com intercambistas que conhecem outros intercambistas criando uma comunidade infinita de amizades. Nada mais saudável do que ouvir outro papo do que as lamúrias da sua BFF porque o menino não ligou no dia seguinte.

5. O papo de ‘conhecer uma cultura’

Parece bobagem, mas é a melhor parte. As pessoas tem hábitos muito diferentes em cada lugarzinho do mundo. E você vai perder o preconceito, porque simplesmente todo o mundo é diferente, não há um único lugar que seja igual ao outro. Na França eles comem queijo depois de todo um jantar, até da sobremesa. Nos EUA eles vendem catchup de dois litros no supermercado. Na Argentina ninguém sai para a noitada antes das duas da manhã. Na Espanha eles fecham o supermercado às 14h para tirar uma siesta e as ruas ficam vazias. De pouco a pouco o próprio mundo te ensina que ser diferente é melhor do que ser igual a todo mundo. Te ensina quem você é.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s