Trauma da minha adolescência? Não ter feito high school no exterior.

Sempre sonhei em viajar, conhecer o mundo, desde muito pequeno. Eu pentelhava tanto em casa que minha mãe me disse que eu passava o dia com o atlas, decorando capitais de países e suas bandeiras. Minha primeira viagem internacional foi para a Disney em 1997, com uma amiga da minha mãe: eu já pentelhava tanto em casa para viajar (já falava um inglês bacana, mesmo sem ter saído daqui), que eles me mandaram para conhecer a Disney. A viagem foi ótima, claro.

buchanan

Quando eu fiz quinze anos, olhei para os meus lados e todos os meus amigos estavam fazendo high school no exterior. Não havia outro papo senão ‘Você vai fazer intercâmbio no primeiro ou no segundo ano?’ ‘Com quinze ou dezesseis?’ ‘Vai deixar pra fazer vestibular e só ir depois que tiver passado na faculdade?’. Enquanto toda a minha turma viajou e viveu o high school americano como nos filmes, eu vivia um dilema em casa: meu pai tinha casado com outra mulher, e nossa família ficou, no mínimo, bagunçada. Meu pai e minha mãe não me deixaram viajar – precisávamos manter a família unida. E eu não consegui realizar este sonho.

cheerleaders

Agora com 27, é óbvio que não dá mais tempo. Se eu tivesse uma máquina do tempo – e essa é a pior sensação da vida, a de ‘E se eu pudesse voltar atrás’, teria forçado mais a barra pra ir. Melancolias à parte, eu só queria te incentivar a fazer o high school (principalmente americano) porque é uma experiência cultural tão forte. É realmente o american way of life, e abre muitas portas – deixa eu te explicar porque:

1. Você vai tirar boas notas
A escola no Brasil é muito mais difícil que nos Estados Unidos. Aqui somos obrigados a estudar todas as matérias, enquanto nos EUA você pode escolher quais matérias se aprofundar: e geralmente serão as que você tem melhor habilidade. A nossa matemática é mais difícil, a física também, a geometria. Os brasileiros que chegam lá arrasam nas notas, o que leva ao passo dois:

2. Você pode ter acesso a uma super faculdade, com educação muito superior a do Brasil
Nos EUA não há vestibular, aquele dia decisivo onde você precisa tirar a nota que define a sua vida. O acesso a uma faculdade depende de mil variáveis: nota do SAT, currículo, atividades extracurriculares, TOEFL (teste para estrangeiros). Todo esse somatório vai permitir que você seja ou não aceito na faculdade. Todo esse processo é acompanhado de perto pela escola, com student advisors, que te ajudam a montar os currículos para você atingir os objetivos. Há muitas faculdades muito, mas muito boas mesmo.

3. É a terra oportunidade? Yes, of course.
Sabe aquela sensaçãozinha que às vezes a gente tem aqui no Brasil de que tudo é feito pra atrapalhar a nossa vida? A burocracia, os impostos, a violência, a frescura? Nos EUA, pense ao contrário: se você realmente for um cara batalhador e interessado, o sistema americano é feito pra te ajudar a brilhar. Não tem sensação mais incrível do que olhar para a frente e ver a vida inteira esperando para que você a abrace – mais ainda em um mundo que está doido para te ajudar a fazer e acontecer.

4. Que tal ser uma cheerleader, jogador de futebol americano, ou quem sabe, o prom king?
A gente viu nos filmes: o grupo da cheerleaders, o grupo dos populares, o grupo dos nerds (nerd is cool, remember!), o grupo dos cdfs. Que tal viver esse filme na sua própria vida? Competir para ser o rei ou a rainha do baile de formatura? Há também os clubs: reading clubs, science club, computer club. A gente não é bom em tudo o que faz, mas em uma coisinha sim: e em um bom high school americano, você vai encontrar sua turma pra curtir suas paixões junto com você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s